Ler Edição

Outubro 2017

Crescimento dos preços permanece próximo dos máximos atingidos

  • Subida dos preços das casas mantém-se elevada
  • Procura estabiliza enquanto a oferta se estreita
  • Expetativas de curto-prazo relativas a preços e vendas em alta

Ricardo Guimarães

Diretor da Ci

“O mercado residencial está a beneficiar de um aumento de uma nova atividade de crédito. Tal está a permitir que os preços regressem aos níveis pré-crise. O Índice de Preços Residenciais calculado pela Confidencial Imobiliário encontra-se agora a menos de 1% abaixo do máximo observado em 2010. A confiança no mercado é alta, pois este movimento não se baseia apenas em dívida, sendo também suportado pela crescente procura por propriedades para fins turísticos, destinadas ao arrendamento de curta duração.”

Simon Rubinsohn

Economista Sénior do RICS

“A economia portuguesa continua a ser uma das que apresenta dos mais fortes crescimentos na Europa, com a expansão do PIB a acelerar no 3º trimestre do ano. Os consumidores viram os seus rendimentos reais a aumentar à medida que a inflação continua subjugada e a taxa de desemprego em mínimos de quase uma década. Após anos de desalavancagem, as famílias conseguiram aumentar os gastos, ajudando a impulsionar a recente força no mercado imobiliário.”