Novembro 2020

Portuguese Housing Market Survey

PROCURA E VENDAS COM QUEDA ASSINALÁVEL EM NOVEMBRO

  • Indicadores de atividade voltam a enfraquecer
  • Perspetivas de curto-prazo para os preços e as vendas mais pessimistas
  • Procura no mercado de arrendamento mantém-se firme

Ricardo Guimarães

Diretor da Ci

“A evolução da pandemia continua a ser o principal fator a influenciar as expetativas. Apesar das boas perspetivas relativas à vacinação, a verdade é que o cenário de curto-prazo continua a ser determinado pelo reforço das medidas de um semi-confinamento, no sentido de controlar a segunda vaga. Contudo, é importante notar que apesar dos dados “covid” estarem hoje mais negativos face à 1ª vaga, os operadores estão atualmente relativamente menos pessimistas. Isso sugere que cada vez mais convivemos em normalidade com este vírus”

Simon Rubinsohn

Economista Sénior do RICS

“As perspetivas de curto-prazo para a economia continuam a ser fortemente condicionadas pela segunda vaga da pandemia em curso na Europa. Como resultado, os inquiridos reportaram uma nova deterioração nas condições de mercado este mês. Infelizmente, é difícil antecipar uma melhoria significativa das tendências no futuro imediato, mas os avanços na vacina deverão permitir que a recuperação aconteça mais à frente no próximo ano”.

Apoios

Últimas Edições