Ler Edição

Março 2016

Ricardo Guimarães

Ricardo Guimarães

Diretor da Ci

Editorial

Consigo, leitor da Ci, partilho: o Centro Histórico do Porto valorizou 81% desde 2011

Hoje já parecem distantes os dias em que os centros das cidades eram os donuts do mercado imobiliário. O tempo em que não fazia sentido incluir as “baixas” na contagem do parque imobiliário, dado estas equivalerem à sucata urbana. Conforme bem observado pelo Prof. João Ferrão aquando da apresentação dos resultados dos Censos de 2001, as cidades tinham muita sucata. Fazer o recenseamento incluindo os fogos devolutos, em ruína, era o mesmo que somar ao parque automóvel as viaturas depositadas nos ferros-velhos, manifestamente impossibilitadas de desempenhar o seu papel económico.

[ ver mais ]

CENTRO HISTÓRICO DO PORTO VALORIZA 17,1% EM 2015

O registo de transações de imóveis no Centro Histórico do Porto foi mais elevado em 2015, atingindo as 169 unidades e um total de 35,9 milhões de euros. Face a 2014, trata-se de uma subida de 55% em número e de 87% em valor.

Mercado algarvio entre os que registaram maiores recuperações de preços

Ci/SIR

Novas tendências no mercado imobiliário em 2016

Emerging Trends, PricewaterhouseCoopers

Alterações na tributação do património com o Orçamento do Estado para 2016

Abreu Advogados